Menu

Pergunte aos Deputados

Faça sua pergunta ou apoie outra já feita. As perguntas mais votadas serão encaminhadas à Mesa para serem respondidas.

  • Fábio Henriques 00:07 07/06/2017 Assistir resposta

    Dados divulgados pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), na última segunda-feira (5), sobre a violência no País. “A pesquisa revela que houve cerca de 60 mil homicídios em 2015. Desses, a maior parte é de jovens e negros. Isso mostra a falência da segurança pública no Brasil”. É preciso mudar isso, armando o cidadão de bem!

    Pergunta Respondida
    Marcar tempo de resposta
    17
  • elvis rossi 14:24 07/06/2017 Assistir resposta

    Se desde o Estatuto do desarmamento os crimes violentos no Brasil (especialmente homicídios, 60 mil por ano) vêm aumentando, por que ele não é revogado e permitido o porte e posse da arma de fogo ao cidadão?

    Pergunta Respondida
    Marcar tempo de resposta
    11
  • Paulo Sérgio Araujo Mendes 09:32 08/06/2017 Assistir resposta

    O Brasil é um país violento onde maioria dos crimes são cometidos por menores que são protegidos em excesso por leis que desprotegem um cidadão comum, acho que devia era legalizar o porte de armas pois um infrator pensara duas vezes antes de cometer um crime pois saberá que em consequencia disto tem a possiblidade de perder sua vida. Como nosso país e recario em segurança em todos os sentidos nada melhor que cidadão de bem poder se proteger e não desarma-lo.

    Pergunta Respondida
    Marcar tempo de resposta
    10
  • Adriano G. Menegazzo 08:18 08/06/2017

    Se, conforme os desarmamentistas postulam, "armas não protegem", por que muitos deles, principalmente artistas e autoridades, fazem uso de escolta armada?

    Pergunta Respondida
    9
  • Ricardo Becker 21:08 07/06/2017 Assistir resposta

    Um dos maiores entraves para a aquisição de arma de fogo é a declaração de "efetiva necessidade". Caso o PL 3722 não seja aprovado, é possível alterar o estatuto do desarmamento para remover essa exigência totalmente injusta e subjetiva? É errado um delegado da PF poder negar nossa posse de arma a seu bel prazer, por não concordar com a nossa "efetiva necessidade".

    Pergunta Respondida
    7
  • elvis rossi 14:07 07/06/2017 Assistir resposta

    O Governo que cria uma lei contrária à decisão de um referendo popular sobre a comercialização e posse de armas de fogo, como fez o governo lula e mantido pelos posteriores, não violaram os direitos humanos do cidadão bem como o regime democrático de direito? Por que o Estatuto do desarmamento, claramente inconstitucional ainda existe no Brasil?

    Pergunta Respondida
    Marcar tempo de resposta
    7
  • Dorival Freire 17:52 06/06/2017 Assistir resposta

    Já que fomos enganados com o recadastramento e anistia para quem possuía armas sem registro , a minha pergunta é haverá isenção de custos como : certidões criminais R $ 350,00, laudo técnico de aptidão de tiro R$ 250,00, laudo psicológico R $ 250,00 mais taxa da polícia federal. Esses foram mais um dos enganos da anistia de registro de arma de fogo, pois não informaram à ninguém e nem por meio algum que teríamos que arcar com esses custos no vencimento dos registros e usaram dessa tática maldosa obrigando a muitos cidadão entregarem suas armas uma vez que muitos não podem custear esse absurdo

    Pergunta Respondida
    Marcar tempo de resposta
    7
  • Andrei Baeta 21:35 06/06/2017 Assistir resposta

    O artigo 30 fala sobre a obtenção da licença de porte colocando 5 requisitos que devem ser cumpridos, o parágrafo segundo fala na possibilidade de indeferimento, como alguém que cumpra os requisitos pode ter a licença indeferida, ou será indeferido apenas se não atender os requisitos solicitados?

    Pergunta Respondida
    6
  • Nykolas Montebugnoli 08:10 08/06/2017 Assistir resposta

    Sr, Deputado , será que realmente é preciso tanto debate para tratar de uma questão o qual é clara aos olhos da população ? Na história do planeta já esta mais do que comprovado que a redução de armas de fogo através da legislação " leis" , não resulta em redução de crimes com arma de fogo , partindo do simples principio em que criminoso não segue as leis impostas pela comunidade. Segundo O plebiscito a população já foi ouvida e foi rejeitada a vontade da maioria , A sua realização foi promulgada pelo Senado Federal a 7 de julho de 2005 pelo decreto legislativo n° 780. No artigo 2º deste

    Pergunta Respondida
    Marcar tempo de resposta
    5
  • Paulo Sérgio Araujo Mendes 09:28 08/06/2017

    Em se falando de Brasil, a violência e o excesso de leis que beneficiam principalmente menores, a violencia vem aumentando a cada dia sem falar em outros quesitos que colaboram com a impunidade, acho totalmente equivocada a questão de desarmamento, pelo contrario devia era legalizar o porte de arma para o cidadão de bem comum pois um infrator sabendo que um cidadão podera estar armad pensara duas vezes antes de cometer um crime pois sabera que podera perder a vida tambem em um confronto, já que verificamos que maior parte dos crimes são cometidos por menores que não sabem manusear uma arma.

    Pergunta Respondida
    5
  • Dorival Freire 17:46 06/06/2017

    Já que fomos enganados com o recadastramento e anistia para quem possuía armas sem registro , a minha pergunta é haverá isenção de custos como : certidões criminais R $ 350,00, laudo técnico de aptidão de tiro R$ 250,00, laudo psicológico R $ 250,00 mais taxa da polícia federal. Esses foram mais um dos enganos da anistia de registro de arma de fogo em que 3 anos d

    Pergunta Respondida
    4
  • elvis rossi 14:07 07/06/2017

    Um governo (Estado) que impede o cidadão de bem de possuir e portar arma de fogo para sua defesa e de sua família não negam ao cidadão o direito à vida (deixando o cidadão sob risco de ser assassinado e violentado, haja vista os 60mil homicídios por ano no Brasil fora os demais crimes)?

    Pergunta Respondida
    4
  • elvis rossi 14:07 07/06/2017

    O direito à vida e à auto-preservação da vida é direito inerente ao ser humano. Como pode o Estado dizendo ser um regime democrático, impedir o acesso à arma de fogo (meio hábil para preservar a vida ante uma ameaça grave) como faz o Brasil pela legislação e pelos tributos incidentes sobre a produção e a comercialização da arma, tornando praticamente impossível a realização prática desse direito?

    Pergunta Respondida
    4
  • Nykolas Montebugnoli 08:12 08/06/2017

    se sabendo que a LEI só é respeitada pelo cidadão de bem e não o criminoso , porque ainda debater tanto o estatuto do desarmamento ? Porque tanta demora na aprovação da PL 3722/12 e revogação do estatuto do desarmamento , será que os legisladores poderiam respeitar a vontade da maioria e o bom senso ? ou será que os legisladores só legislam em causas próprias ?

    Pergunta Respondida
    4
  • Ítalo Aguiar 08:58 08/06/2017

    O estatuto do desarmamento é contrário a realidade, é uma imposição positivista onde podemos hoje atestar com 100% de certeza de que não existe causa e efeito no que propuseram. A realidade comprovou que a arma na mão do cidadão não era a causa da criminalidade, pois as estatísticas hoje demonstram o contrário.

    Pergunta Respondida
    4
  • Leandro Alba 09:22 08/06/2017

    Gostaria de pedir que simplesmente se botassem no lugar do povo desse país, que não reside em lugares seguros, que ficam com a vida na mão de criminosos que usam de cada vez mais audácia e extrema violência, mesmo sem esboçar reação. Sabemos que a policia não consegue estar em todos os lugares ao mesmo tempo e que os marginais conseguem armas cada vez melhores, mais modernas até que as das forças policiais. Sendo assim, porque tiram do povo a possibilidade de defender a família, os bens e a sí próprio?

    Pergunta Respondida
    4
  • Fernando Junior 14:55 06/06/2017

    Sabemos e a história do Mundo pode nos confirmar, que o desarmamento de um povo é a principal estratégia para a implantação de governos totalitários. No Brasil não está sendo diferente. Estamos lutando conta ataques de forças internas e externas. A revogação do estatuto é o início. Mas, não somente as restrições, mas também a excessiva carga tributária sobre a importação e comércio de armas impedem o cidadão de exercer o mais nobre direito de defesa. Diante deste quadro, o que está sendo feito para diminuirmos a valor das armas, pois nossas armas são as mais caras do planeta.

    Pergunta Respondida
    3
  • grande Alexandre 23:17 06/06/2017

    Porque temos somente .38 disponivel para o mercado brasileiro?isso deveria mudar também outra coisa e manter a idade para compra de 25 anos na minha opiniao,queremos a aprovação dos direito do que foi sequetrado

    Pergunta Respondida
    3
  • Fábio Henriques 00:03 07/06/2017

    Desarmar a população não vai aumentar a insegurança nas ruas? As outras campanhas deram resultados objetivos? Pelo contrário, a população ficará ainda mais segura. Dados oficiais mostram que 80% dos crimes ocorridos no Brasil são realizados com armas adquiridas legalmente. A realização das campanhas de desarmamento anteriores contribuiu para a redução da taxa de homicídios no país, segundo o estudo Mapa da Violência 2011. Nas duas campanhas anteriores, detectou-se em algumas regiões do país a diminuição de até 50% no índice de homicídios.

    Pergunta Respondida
    3
  • Fábio Henriques 23:58 06/06/2017 Assistir resposta

    Só pode adquirir arma de fogo no Brasil quem tiver no mínimo 25 anos e declarar efetiva necessidade. O interessado devecomprovar idoneidade por meio de certidão de antecedentes criminais fornecidas pelas justiças Federal, Estadual, Militar e Eleitoral; ter residência fixa; comprovar ocupação lícita e ter capacidade técnica e de aptidão psicológica. Também não pode estar respondendo a inquérito policial ou processo criminal.

    Pergunta Respondida
    Marcar tempo de resposta
    3
  • elvis rossi 14:21 07/06/2017

    O Estatuto do desarmamento cria uma desigualdade flagrante no Brasil, onde apenas uma casta poderosa pode ter o luxo de ter sua vida protegida, enquanto o cidadão comum e contribuinte não pode contratar seguranças particulares nem ter sua própria polícia estatal 24 horas. Isso não fere a igualdade, a dignidade humana e a busca da paz social prevista na Constituição Federal?

    Pergunta Respondida
    3
  • Carlos d'Amore 19:30 07/06/2017

    No Paraguay ha 8 assassinatos cada 100.000 abitantes (a maioria cometidos por bandidos Brasileiros na fronteira) enquanto que no Brasil são mais de 25 ou 30 por 100.000!!! Porque então ainda se insiste em impedir a legítima defesa do cidadão de bem e se defende o marginal??? Quem quer amedrontar e subjugar nosso Povo???

    Pergunta Respondida
    3
  • Jhonatas Tavares Dos Santos 22:37 07/06/2017

    Para o Estado me privar do direito de posse de uma arma de fogo, o mesmo deveria ser totalmente apto a me garantir a minha segurança e de minha familia. O Estado mostra diariamente sua inaptidão em garantir uma segurança pública descente. Os dados de levantamento sobre a criminalidade falam por si só.

    Pergunta Respondida
    3
  • Jhonatas Tavares Dos Santos 22:41 07/06/2017

    Em que momento a democracia foi respeitada ao aprovarem o Estatuto do desarmamento? O referendo que consultou a opinião pública mostrou naquela época que 65% da população era contra o desarmamento. Tenho o direito de proteger a minha vida, o Estatuto do desarmamento me privam de direitos constitucionais.

    Pergunta Respondida
    3
  • Nykolas Montebugnoli 08:10 08/06/2017

    decreto ficava estipulado que a consulta popular seria feita com a seguinte questão: "O comércio de armas de fogo e munição deve ser proibido no Brasil?". Os eleitores puderam optar pela resposta "sim" ou "não", pelo voto em branco ou pelo voto nulo. O resultado final foi de 59.109.265 votos rejeitando a proposta (63,94%), enquanto 33.333.045 votaram pelo "sim" (36,06%). Ainda mais , Coletando números oficiais recolhidos por um relatório do Escritório da ONU contra Drogas e Crimes (UNODC, na sigla em inglês). Os dados do Brasil foram fornecidos pelo Ministério da Saúde. Nos Estados Unidos, o

    Pergunta Respondida
    3
  • Nykolas Montebugnoli 08:11 08/06/2017

    o debate sobre o porte de armas voltou à tona após o massacre em uma escola no Estado americano de Connecticut que resultou na morte de 20 crianças e 6 adultos. O acesso a armas de fogo no país é bem mais fácil; é possível comprar armas em vários Estados sem a necessidade de registro ou autorização de autoridades - e o direito à posse é determinado pela própria Constituição. No Brasil, a posse de armas de fogo é permitida após registro e análise de antecedentes, mas o porte de armas de fogo é proibido, salvo em casos excepcionais.

    Pergunta Respondida
    3
  • Nykolas Montebugnoli 08:12 08/06/2017

    Baseado em estimativas colhidas em 2007, o relatório do UNODC diz que, nos Estados Unidos, havia 270 milhões de armas em posse da população, contra 15 milhões no Brasil. Fica claro é que os americanos vivem bem mais "armados" do que os brasileiros. Mas enquanto nos EUA a taxa de óbitos por arma de fogo é de 3,2 por 100 mil habitantes, no mesmo ano, em 2010, os brasileiros contavam 19,3 mortos por 100 mil. Então , novamente ,

    Pergunta Respondida
    3
  • acc 09:45 08/06/2017

    sou vigilante tenho vários treinamentos de varias armas , mas não posso comprar nem uma ,pois meu treinamento não vale para compra de uma arma, não entendo essa burrocracia , acho que é so pra arrecadar dinheiro!!

    Pergunta Respondida
    3
  • gesiel 10:18 08/06/2017

    Se o direito a vida é constituicional, mas o governo não consegue através da educação, saúde e segurança promover tal possibilidade, de forma que nós é quem nos viramos para dar um jeito de nos manter vivos, no que tange o direito de portar uma arma para auto defesa, deveria haver o quanto a possibilidade disto acontecer, pois depois de uma crime ocorrido pode-se até achar os culpados por ele mas não tem como trazer a vida de quem a perdeu de volta!

    Pergunta Respondida
    3
  • Mike Rangel 11:18 08/06/2017

    As pesquisas indicam Um número elevado de homicídios por armas de fogo. Minha pergunta é: por que essas pesquisas não indicam quantas destas armas eram ilegais?

    Pergunta Respondida
    3
  • Moacyr Pereira Júnior 11:26 08/06/2017

    Deputado, acho que os defensores da revogação do estatuto do desarmamento estão cometendo um erro estratégico, em sua correta campanha: estão deixando de enfatizar um aspecto da nova legislação, que é a exigência de atestado psicológico e de outros requisitos para a obtenção do direito de portar armas. As pessoas estão sendo induzidas pelos desarmamentistas a acreditarem que a nova legislação seria um caminho para qualquer um passar a portar armas de fogo.

    Pergunta Respondida
    3
  • Steffany Tavares 11:36 08/06/2017

    Diante do cenário atual no país, índices absurdos de criminalidade, qual o motivo da resistência em revogar o estatuto?

    Pergunta Respondida
    3
  • osvaldo ksensco 21:27 07/06/2017

    o porque que um cidadao brasileiro de bem , compra uma arma fogo faz toda papelada e testes exigidos por lei e ate que enfim agora a cada 5 anos tem renovar seu registro ,ate que enfim pq antes eram 3 anos , e mesmo tem feito todos os testes que lei manda esta quase impossivel ter um porte de arma , nos outros paises vc comprou uma arma semdo cidadao de bem vc sai da loja com porte para tal arma e em nosso pais isto e imposivel , enquanto um marginal pode andar armado ,aconteceu aqui proximo ao nosso municipio onde um marginal depois de 3 dias de ter feito um asalto foi presso ,foi a julgame

    Pergunta Respondida
    2
  • osvaldo ksensco 21:31 07/06/2017

    ojk continualndo poq nao tive espaso suficiento, foi a julgamento e advogado do marginal alegou que a arma que ele estava usando era feramenta de trabalho dele e juiz teve liberar o marginal pq nao foi pego em flagrante , e as leis do nosso pais permite isto , e porque nos cidadaos de bem nao podemos portar uma arma para defendermos nos e nossafamilai

    Pergunta Respondida
    2
  • Roberson Luiz De Camargo 23:20 07/06/2017

    Uma vez que ficou clara a decisao do povo em sua maioria no referendo realizado, que votou contra o estatuto do desarmamento, entende-se que a imposição do estatuto do desarmamento foi inconstitucional.sso já na epoca da realização nao seria alguma manobra proposital daquele atual governo para fragilizar de uma maneira geral a população, pois estariam em conluio com as indústrias do trafico e demais setores ilícitos,

    Pergunta Respondida
    2
  • Nykolas Montebugnoli 08:10 08/06/2017

    1ª parte :

    Pergunta Respondida
    2
  • Nykolas Montebugnoli 08:12 08/06/2017

    fim :

    Pergunta Respondida
    2
  • Hugo Fox 10:18 08/06/2017

    se o referendo realizado o brasileiro disse sim a liberação da venda de armas de fogo em todo o país, qual o motivo do estatuto do desarmamento estar em vigor? qual foi a finalidade gasta em milhões de reais para a realização e mobilização dos eleitores? se a população deu um sim, é contraditório o Estado negar esse acesso impondo barreiras indisponíveis e passíveis de rejeições por quem por direito pode negar o porte eou registro da arma.

    Pergunta Respondida
    2
  • Ravena leão 10:26 08/06/2017 Assistir resposta

    Com a aprovação do PL 3722/2012, acredito que será necessário, em parceria com o Ministério da Educação e órgãos de segurança envolvidos, ter algum tipo de orientação aos cidadãos. Como pretendem implementar isso?

    Pergunta Respondida
    Marcar tempo de resposta
    2
  • daniicastro 10:24 08/06/2017 Assistir resposta

    Caso o Estatuto do desarmamento seja revogado, a exemplo do EUA, os estados serão obrigados a fornecer informações sobre pessoas que não se qualificam para portar armas por conta de doenças mentais ou histórico de violência doméstica?

    Pergunta Respondida
    Marcar tempo de resposta
    2
  • Loara Pimentel de Lima 10:18 08/06/2017 Assistir resposta

    Como será o controle para a aquisição da posse e do porte de armas de fogo e munições? Acredito que deverá ser mais eficiente ao que temos hoje.

    Pergunta Respondida
    Marcar tempo de resposta
    2
  • Rafael Deggau 10:35 08/06/2017

    Em sua visão porque o discurso de que o desarmamento é necessário persiste? Quando na prática percebemos que, mesmo diante do Estatuto do Desarmamento, as mortes por arma de fogo seguiram aumentando? A quem interessa desarmar o cidadão de bem? Quem está lucrando com as mortes de pessoas trabalhadoras que não podem defender a si, sua família e seu patrimônio?

    Pergunta Respondida
    2
  • Vagner Rosa Bizarro 10:35 08/06/2017

    deve haver também um artigo que garanta a presunção clara de "legítima defesa" em casos de reações a invasões dos lares. Não adianta estar armado e não poder se defender sem segurança jurídica. Está previsto algo neste sentido neste projeto ou em outro?

    Pergunta Respondida
    2
  • Victor Igor 10:44 08/06/2017

    Senhor Deputado, bom dia. Acompanhei ontem e vi que o Senado rejeitou as propostas de iniciativa popular que tratam sob a revogação do Estatuto do Desarmamento. Qual a possibilidade do PL 3722/2012 ser aprovado na Câmara dos Deputados ? Qual a opinião de Vossa Excelência sobre isso ? Existe alguma previsão de quando este PL irá entrar em pauta no Plenário ?

    Pergunta Respondida
    2
  • Murilo Oliveira 11:00 08/06/2017

    Por que foi feito um referendo em 2005 se os deputados são incapazes de respeitar nossa decisão?

    Pergunta Respondida
    2
  • Rodrigo Ribas 11:11 08/06/2017

    Até quando teremos um estado que restringe nossos direitos? Revogação já!!!!

    Pergunta Respondida
    2
  • Durval M. Mendonça 11:11 08/06/2017

    É fato que o estado não tem a capacidade de proteger os cidadãos como vemos diariamente. Porque não liberar o porte de armas para que o cidadãos idôneos possam defender sua vida, sua família e seu patrimônio? Antes de uma necessidade é

    Pergunta Respondida
    2
  • Francisco F. Vieira 11:11 08/06/2017

    Deputado, qual o clima político para aprovação do PL 3722/2012?

    Pergunta Respondida
    2
  • William X Karla Andrade 11:12 08/06/2017

    Excelentíssimo! Quais são os números absolutos de homicídios por arma de fogo no Brasil? Antes e depois do Estatuto do Desarmamento

    Pergunta Respondida
    2
  • André Gualda 10:34 08/06/2017 Assistir resposta

    Foi realizado algum estudo que apontasse o número de mortes causadas por armas legais e ilegais? Que mostrassem se as pessoas que morreram tinham envolvimento com algum crime ou se foram apenas vítima da violência gratuita? De quantas pessoas evitaram a morte ou um crime portando uma arma legalmente? Esses dados são fundamentais para validar a revogação deste estatuto.

    Pergunta Respondida
    2
  • joaoluiz 11:24 08/06/2017

    Questão de ordem prática: quais as próximas etapas para o PL 3722/2012? Qual a perspectiva para ir a votação e eventualmente entrar em vigor?

    Pergunta Respondida
    2
  • Mike Rangel 11:33 08/06/2017

    Acredito que não só devemos ter a liberação do registro e porte de armas, como também devem ser descriminalizados os eventos configurados como legítima defesa. Pois atualmente, se um criminoso entrar em minha residência e eu abatê-lo em minha defesa e de meus familiares, corro o risco de ser preso por homicídio doloso.

    Pergunta Respondida
    2
  • Cleide Bessa 10:27 08/06/2017

    A criminalidade no pais cresceu assustadoramente, apartir do desarmamento do cidadao de bem, haja vista que, os bandidos continuam armados. Por favor, derrubem esta "lei" onde so foi desarmada a sociedade. Quero poder compar minha arma, e usa-la quando necessario.

    Pergunta Respondida
    1
  • Vagner Rosa Bizarro 10:31 08/06/2017

    Comparações entre diferentes estados brasileiros demonstram claramente que onde ser tem mais armas legais a taxa de homicídios é menor. Assim, não se pode alegar que as comparações são entre paises em situações diferentes. Dados do próprio Brasil revelam claramente que armas não matam e sim pessoas matam com arma de fogo, faca, pedra, com o que tiverem à mão. Novamente, dados do próprio Brasil revelam que a violência só aumentou e segue aumentando após o estatuto dondesarmamento. Por que a demora em aprovar o novo projeto de lei? Por que representantes do povo não seguem a vontade popular?

    Pergunta Respondida
    1
  • Caio Vinícius Oliveira Matos 10:58 08/06/2017

    É de tamanha relevância o acesso as armas de fogo por qualquer cidadão de bem. É uma questão de cidadania e respeito aos direitos individuais das pessoas.

    Pergunta Respondida
    1
  • Bene Barbosa 10:58 08/06/2017

    Por qual motivo parte dos deputados se nega em respeitar o resultado do referendo de 2005?

    Pergunta Respondida
    1
  • Bene Barbosa 11:00 08/06/2017

    Em 2005 o Brasil disse NÃO à fracassada política de desarmamento. Por qual motivo parte dos deputados ainda se negam em respeitar o resultado do referendo?

    Pergunta Respondida
    1
  • Francisco F. Vieira 11:00 08/06/2017

    Gostaria de saber que moral tem o Governo Brasileiro para determinar se posso ou não ter uma arma de fogo.

    Pergunta Respondida
    1
  • Cesar Toledo Cesar 11:05 08/06/2017

    Minhas observações serão embasadas em fatos reais.

    Pergunta Respondida
    1
  • Caio Vinícius Oliveira Matos 11:11 08/06/2017

    Nobre deputado Laudívio Carvalho, vossa excelência sabe me disse quando o projeto que passou na comissão vai ao plenário?

    Pergunta Respondida
    1
  • Durval M. Mendonça 11:13 08/06/2017

    É fato que o estado não pode defender o cidadão de bem e que o únicos desarmados foram os cidadãos honestos. Então porque não liberar o porte de armas para que os cidadãos possam defender suas vidas, suas famílias e seu patrimônio?? Antes de uma necessidade é um direito individual, o único caminho para a evolução do país é através da liberdade. Temos que sair debaixo da asa podre do estado.

    Pergunta Respondida
    1
  • Steffany Tavares 11:15 08/06/2017

    Violência é diferente de criminalidade. O problema do Brasil é a criminalidade. Um homem bom pode usar a violência para impedir um homem mal de cometer um crime.

    Pergunta Respondida
    1
  • joaoluiz 11:20 08/06/2017

    sto é uma entrevista para exposição do tema e discussão da sociedade ou um debate sem mediador com o deputado a favor e a jornalista contra?

    Pergunta Respondida
    1
  • William X Karla Andrade 11:21 08/06/2017

    Recentemente, houve um caos no Espirito Santo, as pessoas ficaram presos em suas casas e houve muitos crimes, até estupro! Se não houvesse o estatuto do desarmamento esta situação poderia ser diferente?

    Pergunta Respondida
    1
  • Cleide Bessa 11:25 08/06/2017

    Vao a ♥, me bloquearam. Nao querem ouvi a verdade. O povo acordou, trabalhem honestamente, criem projetos que bebeficiem o povo. Embora na minha opiniao, só INTERVENÇAO MILUTAR, resolve tudo em um curto espaço de tempo.b

    Pergunta Respondida
    1
  • Cleide Bessa 11:26 08/06/2017

    Vou sair do chat me bloquearam. Estou indo embora desse país.

    Pergunta Respondida
    1
  • Francisco F. Vieira 11:31 08/06/2017

    Minha pergunta: é possível trocar a apresentadora? Muito fraca!

    Pergunta Respondida
    1
  • Nykolas Montebugnoli 11:47 08/06/2017

    existe alguma forma de obrigar o Maia em colocar a pauta em questão ? Ou fica então à merce da vontade de um deputado sendo presidente se entra em pauta ou não ?

    Pergunta Respondida
    1
  • engenheirocivil78 11:52 08/06/2017

    Bom dia, meu nome é Marco. Sou a favor da PL 3722/2012. Infelizmente, os custos para se qualificar, adquirir e manter uma arma de fogo é elevado, de modo que somente os financeiramente abastados, poderão ter acesso a esse direito. Para adquirir um simples 38 o custo fica entre 4 e 5 mil Reais. Com a aprovação da PL, a procura irá elevar ainda mais esses valores. Vejo que a lei do desarmamento continuará em vigor de forma indireta, por meio dos altos impostos e taxas cobradas inviabilizando a compra da mesma. O que pode ser feito para resolver essa questão?

    Pergunta Respondida
    1
Audiência encerrada para participações.

VideoChat
8 de Junho de 2017 às 11:00

PL 3722/2012 - Estatuto do Desarmamento

Transmissão Encerrada (Gravado)
10160 visualizações

Pauta

PL 3722/2012 - Estatuto do Desarmamento

O Deputado Laudívio Carvalho (SD/MG), relator do PL 3722/2012, terá a oportunidade de interagir com os cidadãos, que lhe farão perguntas via aplicativo do e-Democracia, e de esclarecer as dúvidas dos internautas sobre o Projeto de Lei de autoria do deputado Rogério Peninha (PMDB/SC), que revoga o Estatuto do Desarmamento (Lei 10.826/03) e estipula critérios para a compra, posse e porte de armas e munições no Brasil.
O Estatuto do Desarmamento é um dos assuntos de maior interesse dos cidadãos que entram em contato com a Casa pelo Disque-Câmara (0800) – 715 manifestações até o momento. Neste momento ele está pronto para entrar na pauta do Plenário.

Organizado por

SECOM - Coordenação de Participação Popular/SECOM

Bate-Papo

  • Wilton C : Tenho um conhecido que queria registrar sua arma, estar dentro da lei, porém, o valor do registro é muito alto. Com o PL 3722, o registro voltará a ser gratuito, como antigamente ? Haverá autorização especial feita pelo delegado, a discricionaridade ? 06/06/2017 - 20:32
  • Wilton C : A lei será baseada em qual legislação do mundo ? 06/06/2017 - 20:32
  • Assessoria marketing : Mais armas não aumentarão as mortes, pois eu não preciso de arma para matar ninguém, e se precisar sei onde conseguir facilmente uma arma ilegal. Para ter posse de arma não poderá ter antecedentes criminal, fazer curto de manuseio de arma de fogo, teste psicológico etc...Portanto arma legal não comete crime. Eu costumo a comparar o porte ou posse de arma a CNH, é tão difícil obter que não fará sentido cometer infração para perder a CNH na primeira oportunidade, com o porte ocorrerá da mesma forma, depois de um processo cansativo ninguém vai querer perder seu direito adquirido. Cidadão de bem armado é um aliado na segurança pública, usará somente para se defender. Será que o relator que votar contra anda desarmado? Acho que não. 07/06/2017 - 01:34
  • Anacleto Pavao : Todas as estatisticas de todos os lugares do mundo revelam qie o desarmamento aumenta a inseguranca deixando vulneravel exatamente os mais frageis pois bandido.nao precisa de registro ou porte para andar armado. Nos tornamos presas faceis. Pensem nisso. 07/06/2017 - 08:45
  • elvis rossi : O direito à vida e à auto-preservação da vida é direito inerente ao ser humano. Como pode o Estado dizendo ser um regime democrático, impedir o acesso à arma de fogo (meio hábil para preservar a vida ante uma ameaça grave) como faz o Brasil pela legislação e pelos tributos incidentes sobre a produção e a comercialização da arma, tornando praticamente impossível a realização prática desse direito? 07/06/2017 - 14:01
  • elvis rossi : O Governo que cria uma lei contrária à decisão de um referendo popular sobre a comercialização e posse de armas de fogo, como fez o governo lula e mantido pelos posteriores, não violaram os direitos humanos do cidadão bem como o regime democrático de direito? Por que o Estatuto do desarmamento, claramente inconstitucional ainda existe no Brasil? 07/06/2017 - 14:04
  • elvis rossi : Um governo (Estado) que impede o cidadão de bem de possuir e portar arma de fogo para sua defesa e de sua família não negam ao cidadão o direito à vida (deixando o cidadão sob risco de ser assassinado e violentado, haja vista os 60mil homicídios por ano no Brasil fora os demais crimes)? 07/06/2017 - 14:06
  • elvis rossi : O Estatuto do desarmamento cria uma desigualdade flagrante no Brasil, onde apenas uma casta poderosa pode ter o luxo de ter sua vida protegida, enquanto o cidadão comum e contribuinte não pode contratar seguranças particulares nem ter sua própria polícia estatal 24 horas. Isso não fere a igualdade, a dignidade humana e a busca da paz social prevista na Constituição Federal? 07/06/2017 - 14:21
  • elvis rossi : Se desde o Estatuto do desarmamento os crimes violentos no Brasil (especialmente homicídios, 60 mil por ano) vêm aumentando, por que ele não é revogado e permitido o porte e posse da arma de fogo ao cidadão? 07/06/2017 - 14:24
  • Carlos d'Amore : Nos Países onde o acesso às armas é permitido e apoiado, o indice de assassinatos é muito menor do que em qualquer País onde se impede ao cidadão de exercer a legítima defesa! 07/06/2017 - 19:17
  • Carlos d'Amore : Porque então ainda se insiste em esquecer as 60.000 vidas perdidas no Brasil??? 07/06/2017 - 19:17
  • Fabio Prota : O unico que é beneficiado com o estatuto é o marginal o cidadão de bem nunca usaria uma arma se não prescisace 07/06/2017 - 19:36
  • Ricardo Becker : O governo não enxerga que nós, cidadãos honestos, queremos seguir a lei. Queremos ter uma arma legalmente e de forma responsável, e ainda assim insistem em nos tratar como potenciais criminosos. Eu quero seguir a lei, mas não posso esperar pra sempre por uma lei mais justa que talvez nunca seja aprovada, um dia posso ser forçado a comprar uma arma no mercado negro, afinal se um dia eu precisar usar, é melhor me explicar para a policia do que perder a vida. 07/06/2017 - 21:13
  • Jhonatas Tavares Dos Santos : A democracia nao foi respeitada ao aprovarem o Estatuto do desarmamento, onde 65% da população disse "não" ao desarmamento, mesmo sobre forte influência da midia naquela época. 07/06/2017 - 22:26
  • Jhonatas Tavares Dos Santos : Consulte a opinião pública novamente, e verá o que a população realmente acha deste estatuto do desarmamento. 07/06/2017 - 22:27
  • Jhonatas Tavares Dos Santos : O único desarmado é o cidadão que respeita a lei, o bandido continua mais bem armado que a policia. O Estatuto do desarmamento é um atentado contra meus direitos constitucionais. 07/06/2017 - 22:30
  • Jhonatas Tavares Dos Santos : Tenho o direito de ir e vir, tenho o direito da preservação de meu patrimônio particular, tenho o direito a vida, ao aprovarem o Estatuto do desarmamento me tiraram todos estes direitos. 07/06/2017 - 22:33
  • Nykolas Montebugnoli : Sr, Deputado , será que realmente é preciso tanto debate para tratar de uma questão o qual é clara aos olhos da população ? Na história do planeta já esta mais do que comprovado que a redução de armas de fogo através da legislação " leis" , não resulta em redução de crimes com arma de fogo , partindo do simples principio em que criminoso não segue as leis impostas pela comunidade. Segundo O plebiscito a população já foi ouvida e foi rejeitada a vontade da maioria , A sua realização foi promulgada pelo Senado Federal a 7 de julho de 2005 pelo decreto legislativo n° 780. No artigo 2º deste decreto ficava estipulado que a consulta popular seria feita com a seguinte questão: "O comércio de armas de fogo e munição deve ser proibido no Brasil?". Os eleitores puderam optar pela resposta "sim" ou "não", pelo voto em branco ou pelo voto nulo. O resultado final foi de 59.109.265 votos rejeitando a proposta (63,94%), enquanto 33.333.045 votaram pelo "sim" (36,06%). Ainda mais , Coletando números oficiais recolhidos por um relatório do Escritório da ONU contra Drogas e Crimes (UNODC, na sigla em inglês). Os dados do Brasil foram fornecidos pelo Ministério da Saúde. Nos Estados Unidos, o debate sobre o porte de armas voltou à tona após o massacre em uma escola no Estado americano de Connecticut que resultou na morte de 20 crianças e 6 adultos. O acesso a armas de fogo no país é bem mais fácil; é possível comprar armas em vários Estados sem a necessidade de registro ou autorização de autoridades - e o direito à posse é determinado pela própria Constituição. No Brasil, a posse de armas de fogo é permitida após registro e análise de antecedentes, mas o porte de armas de fogo é proibido, salvo em casos excepcionais. Baseado em estimativas colhidas em 2007, o relatório do UNODC diz que, nos Estados Unidos, havia 270 milhões de armas em posse da população, contra 15 milhões no Brasil. Fica claro é que os americanos vivem bem mais "armados" do que os brasileiros. Mas enquanto nos EUA a taxa de óbitos por arma de fogo é de 3,2 por 100 mil habitantes, no mesmo ano, em 2010, os brasileiros contavam 19,3 mortos por 100 mil. Então , novamente , se sabendo que a LEI só é respeitada pelo cidadão de bem e não o criminoso , porque ainda debater tanto o estatuto do desarmamento ? Porque tanta demora na aprovação da PL 3722/12 e revogação do estatuto do desarmamento , será que os legisladores poderiam respeitar a vontade da maioria e o bom senso ? ou será que os legisladores só legislam em causas próprias ? 08/06/2017 - 08:17
  • Adriano G. Menegazzo : Se, conforme os desarmamentistas postulam, "armas não protegem", por que muitos deles, principalmente artistas e autoridades, fazem uso de escolta armada? 08/06/2017 - 08:18
  • Nykolas Montebugnoli : Né ? 08/06/2017 - 08:19
  • Ailton Massoni : Cabe a câmara fazer valer o pleibiciito , onde o povo escolheu estar armado 08/06/2017 - 08:57
  • Michele Mon : vamos aprovar essa proposta! 08/06/2017 - 08:58
  • Ailton Massoni : Todos que são a favor do desarmamento usam escoltas armadas . Quem não pode pagar capngas tambem tem o direito de se 08/06/2017 - 09:00
  • Luiz E. P. Tálamo : Os desarmamentistas dizem que armas não trazem seguranças, mas: tem seguranças armados, juizes e promotores tem porte de arma, atores globais tem seguranças armados, a polícia usa armas, e muitos políticos ( inclusive LULA já tiveram ou tem armas. Sou atirador esportivo e afirmo que qualquer um com mínimo treinamento pode se defender usando armas. lembrando que bandidos por definição nãos eguem leis ( desarmamento) 08/06/2017 - 09:02
  • participacaopopular4 : Bom dia a todos! Começa daqui a pouco o vídeo chat com o deputado Laudivio Carvalho (SD-MG), sobre o Estatuto do Desarmamento, uma proposta que está pronta para ser votada no plenário da Câmara desde 2015 e que até hoje atrai muitos comentários e perguntas no portal da Câmara dos Deputados. 08/06/2017 - 09:15
  • participacaopopular4 : Envie sua pergunta no campo “Pergunte aos Deputados”. Nesse local a sua pergunta pode ser compartilhada nas redes sociais e aquelas mais votadas serão respondidas ao vivo pelo deputado Laudívio. 08/06/2017 - 09:16
  • acc : sou vigilando carro forte , tenho treinamento de varias armas , e não posso comprar uma , por o meu treinamento não vale pra comprar uma arma, fico sem entender por que ???? 08/06/2017 - 09:28
  • acc : apoiado !!!!!! 08/06/2017 - 09:29
  • acc : Sr, Deputado , será que realmente é preciso tanto debate para tratar de uma questão o qual é clara aos olhos da população ? Na história do planeta já esta mais do que comprovado que a redução de armas de fogo através da legislação " leis" , não resulta em redução de crimes com arma de fogo , partindo do simples principio em que criminoso não segue as leis impostas pela comunidade. Segundo O plebiscito a população já foi ouvida e foi rejeitada a vontade da maioria , A sua realização foi promulgada pelo Senado Federal a 7 de julho de 2005 pelo decreto legislativo n° 780. No artigo 2º deste decreto ficava estipulado que a consulta popular seria feita com a seguinte questão: "O comércio de armas de fogo e munição deve ser proibido no Brasil?". Os eleitores puderam optar pela resposta "sim" ou "não", pelo voto em branco ou pelo voto nulo. O resultado final foi de 59.109.265 votos rejeitando a proposta (63,94%), enquanto 33.333.045 votaram pelo "sim" (36,06%). Ainda mais , Coletando números oficiais recolhidos por um relatório do Escritório da ONU contra Drogas e Crimes (UNODC, na sigla em inglês). Os dados do Brasil foram fornecidos pelo Ministério da Saúde. Nos Estados Unidos, o debate sobre o porte de armas voltou à tona após o massacre em uma escola no Estado americano de Connecticut que resultou na morte de 20 crianças e 6 adultos. O acesso a armas de fogo no país é bem mais fácil; é possível comprar armas em vários Estados sem a necessidade de registro ou autorização de autoridades - e o direito à posse é determinado pela própria Constituição. No Brasil, a posse de armas de fogo é permitida após registro e análise de antecedentes, mas o porte de armas de fogo é proibido, salvo em casos excepcionais. Baseado em estimativas colhidas em 2007, o relatório do UNODC diz que, nos Estados Unidos, havia 270 milhões de armas em posse da população, contra 15 milhões no Brasil. Fica claro é que os americanos vivem bem mais "armados" do que os brasileiros. Mas enquanto nos EUA a taxa de óbitos por arma de fogo é de 3,2 por 100 mil habitantes, no mesmo ano, em 2010, os brasileiros contavam 19,3 mortos por 100 mil. Então , novamente , se sabendo que a LEI só é respeitada pelo cidadão de bem e não o criminoso , porque ainda debater tanto o estatuto do desarmamento ? Porque tanta demora na aprovação da PL 3722/12 e revogação do estatuto do desarmamento , será que os legisladores poderiam respeitar a vontade da maioria e o bom senso ? ou será que os legisladores só legislam em causas próprias ? 08:17 08/06/2017 - 09:29
  • participacaopopular4 : Pessoal, perguntas ao deputado podem ser feitas no campo ao lado. Aquelas que tiverem mais votos poderão ser lidas ao vivo. 08/06/2017 - 09:44
  • Hugo Fox : 10h20. ansioso para o início. vamos aprovar a PL 3722. esse país será mais democrático e seguro com sua aprovação, a população no referendo sobre armas, disse SIM a venda, e porte de armas de fogo para cidadãos de bem! 08/06/2017 - 10:20
  • Cleide Bessa : Quero poder comprar minha arma, e usa-la quando for necessario. 08/06/2017 - 10:29
  • acc : eu gosto de arma e pronto!! 08/06/2017 - 10:53
  • acc : se eu morrer me defendendo a vida é minha , e nao do estado, 08/06/2017 - 10:53
  • Caio Vinícius Oliveira Matos : Vamos começar a votar em deputados e senadores armamentistas 08/06/2017 - 10:59
  • Francisco F. Vieira : O senador Paulo Rocha (PT) precisa ser chamado para esse bate-papo e fundamentar sua opinião anti-armas. 08/06/2017 - 11:01
  • Fábio Henriques : Bom dia pessoal! Esse estatuto do desarmamento é um insulto para nós cidadãos de bem, como vms nos defender dos bandidos que a cada dia estão mais e melhores amardos? 08/06/2017 - 11:01
  • Jose Junior : Todo cidadao tem o direito a legitima e o estatutondo desarmamento tirou isso do cidadao ele tem que acabar afinal o estatuto so prejudicou o cidadao porque is bandido continuam bem armados . 08/06/2017 - 11:01
  • Lucio Takeshita : Cadê a call ???? 08/06/2017 - 11:02
  • Andrei Marqui : Até quando deixaremos as raposas tomarem conta do galinheiro? 08/06/2017 - 11:02
  • Fábio Henriques : Vai começar!!! 08/06/2017 - 11:03
  • Nykolas Montebugnoli : Bora lá 08/06/2017 - 11:03
  • William X Karla Andrade : Os índices de violência dispararam depois da aprovação do estatuto do desarmamento, mesmo incluindo o crescimento da população brasileira... esses números são alarmantes 08/06/2017 - 11:03
  • Caio Vinícius Oliveira Matos : Avante direita brasileira! 08/06/2017 - 11:03
  • Andrei Marqui : Deputado,estamos contigo.Obrigado pelo apoio aos cidadãos de bem. 08/06/2017 - 11:03
  • Jose Junior : É muito triste nos cidadaos vermos nossos bens sedo levado nossos familiares sedo mortos na nossa frente e nao podermos fazer nada porque nao podemos portar uma arma pra nos defendermos . 08/06/2017 - 11:04
  • Victor Igor : Parabéns Deputado !! É isso aí 08/06/2017 - 11:05
  • Jose Junior : Fim do estatuto do desarmamento! 08/06/2017 - 11:06
  • Francisco F. Vieira : A jornalista já começando a chorar... 08/06/2017 - 11:06
  • videochatancora : Bom dia, pessoal! Enviem suas perguntas ao deputado. As mais votadas podem ser lidas ao vivo. Participem!! 08/06/2017 - 11:07
  • William X Karla Andrade : Excelentíssimo! Quais são os números absolutos de homicídios por arma de fogo no Brasil? Antes e depois do Estatuto do Desarmamento 08/06/2017 - 11:08
  • Victor Igor : Excelente Deputado ! 08/06/2017 - 11:11
  • Ricardo Becker : Bom dia. Desarmamentistas dizem que o referendo de 2005 apenas perguntou se o comércio deveria ser proibido ou não, mas na prática todo o debate foi sobre o desarmamento como um todo, e a população foi fortemente contra! 2/3 dos eleitores querem seu direito garantido! 08/06/2017 - 11:11
  • participacaopopular4 : william, você pode enviar sua pergunta no campo ao lado. 08/06/2017 - 11:11
  • Hugo Fox : falou bem, explicou didaticamente. PL 3722 está perfeita em seu texto. 08/06/2017 - 11:11
  • Alexandre Machado : Discutir se o cidadão pode ou não ter o porte de arma, é uma das coisas que mais me dão angústia hoje em dia. O Brasil já respondeu a essa questão e isso foi no referendo de 2005, mas de forma autoritária o PT ignorou 64% dos brasileiros que disseram NÃO a estatuto perverso que só desarmou os cidadãos que não tem antecedentes criminais e de nada afetou os assassinos. 08/06/2017 - 11:11
  • Cleide Bessa : Paulo Rocha é a favor de tudo que contribui para disimar o pivo do bem. Usam agora os bandidos, no final é mais facil acabar com os bandidos. Projeto de controle populacional da Nova Ordem Mundial. 08/06/2017 - 11:13
  • William X Karla Andrade : Se armas matam as minhas estão com defeito 08/06/2017 - 11:16
  • Francisco F. Vieira : Jornalista politicamente correta! 08/06/2017 - 11:17
  • Hugo Fox : sem argumentos o deputado contrário, está provado que o ESTADO é incapaz de prover segurança pública. 08/06/2017 - 11:17
  • Cleide Bessa : No governo Militar, que sinto muita saudade, todo cidadao tinha direito de usar arma, meu pai tinha uma. Esse referendo que teve apoio da Igreja Catolica, só desarmou o povo de bem. Abaixo essa lei autoritaria, arrogante, prepotente, tao quanto seus criadores. 08/06/2017 - 11:17
  • Francisco F. Vieira : A jornalista é muito fraca... vai começar a chorar... 08/06/2017 - 11:18
  • Ricardo Becker : O Estado, por mais eficiente que seja, não é onipresente, não pode nos proteger a qualquer hora e qualquer lugar 08/06/2017 - 11:18
  • Alexandre Machado : Essa preocupação do Brasil virar um bang bang, é injusgtificável, até 1995 (salvo engano da data), porte de arma ilegal era apenas uma contravenção penal e nem por isso todo mundo não saia matando todo mundo na rua 08/06/2017 - 11:19
  • joaoluiz : Isto é uma entrevista para exposição do tema e discussão da sociedade ou um debate sem mediador com o deputado a favor e a jornalista contra? 08/06/2017 - 11:19
  • Michele Mon : o deputado não interage 08/06/2017 - 11:20
  • Cleide Bessa : Nao o estado nao incapaz, eles nao querem, simples assim. O pensamento e projeto da maioria dos policos, é só se perpetuarem no poder, enriquecerem e o povo, o Brasil que se lichem. 08/06/2017 - 11:20
  • Francisco F. Vieira : Sentar o estanho! É isso aí! 08/06/2017 - 11:21
  • Cleide Bessa : Me bloquearam? 08/06/2017 - 11:21
  • Cleide Bessa : ???? 08/06/2017 - 11:21
  • Cleide Bessa : Escrevi varias vezes, nao publicou 08/06/2017 - 11:22
  • Fábio Henriques : Esse deputado em representa! Conhece, sabe do que esta falando! Defendendo uma causa justa, verdadeira e necessária!!! Parabéns Laudivio Carvalho 08/06/2017 - 11:26
  • joaoluiz : Questão de ordem prática: quais as próximas etapas para o PL 3722/2012? Qual a perspectiva para ir a votação e eventualmente entrar em vigor? 08/06/2017 - 11:26
  • Steffany Tavares : Violência é diferente de criminalidade. O problema do Brasil é a criminalidade. Um homem bom pode usar a violência para impedir um homem mal de cometer um crime. 08/06/2017 - 11:26
  • William X Karla Andrade : Cleide, vc não está bloqueada 08/06/2017 - 11:27
  • joaoluiz : Por favor, votem nesta questão prática, para que seja respondida objetivamente. 08/06/2017 - 11:27
  • William X Karla Andrade : Mas vamos atentar-se as tema, falar de intervenção, nova ordem não está ajudando em nada 08/06/2017 - 11:28
  • Nykolas Montebugnoli : existe alguma forma de obrigar o Maia em colocar a pauta em questão ? 08/06/2017 - 11:28
  • Nykolas Montebugnoli : fica então à merce da vontade de um deputado sendo presidente se entra em pauta ou não ? 08/06/2017 - 11:29
  • Cleide Bessa : ????? 08/06/2017 - 11:29
  • Moacyr Pereira Júnior : O que valeu, até agora, a implantação do estatuto do desarmamento? O poder público conseguiu desarmar aqueles indivíduos dispostos a valerem-se de uma arma de fogo para cometerem crimes? E teria o poder público condições de desarmar os bandidos?Claro que não! Quem diz o contrário, ou está de má-fé ou tem problemas de retardo mental! 08/06/2017 - 11:29
  • Francisco F. Vieira : Jornalista FRACA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! 08/06/2017 - 11:30
  • Ricardo Becker : Obrigado pela resposta deputado 08/06/2017 - 11:33
  • Moacyr Pereira Júnior : Este deputado, que eu não conhecia, é intelectualmente brilhante. É um adversário de peso para os desarmamentistas! 08/06/2017 - 11:33
  • Alexandre Machado : Deputado, o senhor não acha que desde o início a intenção do estatuto foi o de CONTROLE SOCIAL e não a de diminuir a criminalidade? Mesmo pq já está mais do que claro que tirar a arma do cidadão de bem não reduz a criminalidade 08/06/2017 - 11:33
  • joaoluiz : por favor, votem na pergunta: Questão de ordem prática: quais as próximas etapas para o PL 3722/2012? Qual a perspectiva para ir a votação e eventualmente entrar em vigor? 08/06/2017 - 11:35
  • William X Karla Andrade : Democracia??? Não vejo isso no Brasil 08/06/2017 - 11:35
  • participacaopopular4 : Pessoal, peçam que votem em suas perguntas. As mais votadas poderão ser lidas ao vivo. 08/06/2017 - 11:39
  • joaoluiz : Gostaria de saber exatamente o andamento e a expectativa em relação a este PL. 08/06/2017 - 11:39
  • William X Karla Andrade : O que acontece no Brasil é que as pessoas tem medo de denunciar 08/06/2017 - 11:40
  • Joverlandio Rocha : Jornalista 👎🏻 08/06/2017 - 11:40
  • Ricardo Becker : Obrigado deputado, estamos juntos! 08/06/2017 - 11:52
  • Éric Monteiro : Nós do Clube de Tiro do Agreste em Caruaru Apoiamos do PL3722/12 08/06/2017 - 11:52
  • Victor Igor : Obrigado Deputado ! 08/06/2017 - 11:52
  • Éric Monteiro : Obrigado Deputado !! 08/06/2017 - 11:53
  • participacaopopular4 : Agradecemos a todos pela participação!! 08/06/2017 - 11:53
  • Jose Junior : Deputado o senhor é a minha voz e a do povo que clama por justiça e se defeder é justo 08/06/2017 - 11:55
Há novas mensagens disponíveis abaixo
Audiência encerrada para participações.