Cadastrar

Ao se cadastrar no e-Democracia você concorda com nossos Termos de Serviço

Mostrar Senha
Sou estrangeiro

Pergunte aos Deputados

Faça sua pergunta ou apoie outra já feita. As perguntas mais votadas serão encaminhadas à Mesa para serem respondidas.

  • Patrícia Beloni 16:30 22/11/2017

    Ainda se vê o esporte como um "não" lugar para a mulher. Falta incentivo desde jovem, na escola. A menina cresce achando que ela tem que brincar de boneca, porque jogar bola ainda é visto como coisa de homem e ela não quer ser homem. Existem políticas públicas de educação tentando mudar isso?

    Pergunta Respondida
    4
  • Gilson Vasconcelos Dobbin 16:16 22/11/2017

    A Campanha 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres é uma mobilização anual, praticada simultaneamente por diversos atores da sociedade civil e poder público engajados nesse enfrentamento. As mulheres esportistas também sofrem violência de gênero em suas atividades profissionais?

    Pergunta Respondida
    3
  • Maria Alves 16:40 22/11/2017

    Que medidas práticas podem ser adotadas para a valorização da mulheres atletas? Um caminho poderia ser a sensibilização da midia esportiva para o assunto, visando tirar a mulher do espaço de

    Pergunta Respondida
    3
  • Carmen Santiago Parrulha 16:05 22/11/2017

    Boa tarde, Juliana e Ludimila, mulheres da mesa. Vocês acham que será possível mudar a situação de opressão das mulheres no esporte sem que essa mudança se dê em outros lugares? Para as mulheres entrarem, os homens tem que sair?

    Pergunta Respondida
    3
  • Maria Alves 16:41 22/11/2017

    Musa ou namorada para colocá-la como atleta protagonista?

    Pergunta Respondida
    2
Audiência encerrada para participações.

Audiência Pública
22 de Novembro de 2017 às 15:40

ESPORTE

Transmissão Encerrada (Gravado)
158 visualizações

Pauta

Requerimento nº 193/2017
Iniciativa do deputado Ezequiel Teixeira.

CONVIDADOS:

Confirmados

JULIANA VELOSO, Atleta Olímpica de Saltos Ornamentais (participação por web conferência);

FERNANDA NUNES LEAL FERREIRA, Atleta Olímpica de Remo;

LUDIMILA REIS BRITO LOPES, Procuradora do Trabalho;

LEONARDO RABELO DE MATOS SILVA, Doutor em Direito e Professor da Universidade Veiga de Almeida.

Aguardando confirmação

DANI LINS, Medalhista Olímpica de Voleibol;

Representante do Ministério do Esporte.

Ausência justificada

ADRIANA BRANDÃO BEHAR, Gerente Geral de Planejamento e Relacionamento com as Confederações do Comitê Olímpico do Brasil;

Representante da Atletas pelo Brasil.

Organizado por

CESPO - Comissão do Esporte

Bate-Papo

  • Comissão : Com a palavra, FERNANDA NUNES LEAL FERREIRA, Atleta Olímpica de Remo. 22/11/2017 - 15:44
  • Comissão : Falando agora, LUDIMILA REIS BRITO LOPES, Procuradora do Trabalho. 22/11/2017 - 15:52
  • Carmen Santiago Parrulha : . 22/11/2017 - 15:59
  • Carmen Santiago Parrulha : Sou psicóloga e a ausência de mulheres no parlamento mostra o desinteresse pelo tema. 22/11/2017 - 15:59
  • Comissão : De onde você fala, Professora CArmen? Seja bem vinda? 22/11/2017 - 16:00
  • Comissão : Com a palavra, LEONARDO RABELO DE MATOS SILVA, Doutor em Direito e Professor da Universidade Veiga de Almeida. 22/11/2017 - 16:00
  • Carmen Santiago Parrulha : Sou psicóloga. Trabalho em São Paulo. 22/11/2017 - 16:06
  • Comissão : Deputado Ezequiel Teixeira com a palavra. 22/11/2017 - 16:22
  • Comissão : Atleta Juliana falando. 22/11/2017 - 16:25
  • Comissão : Com o complemento da Procuradora Ludimila. 22/11/2017 - 16:28
  • Comissão : Salve, patrícia. De onde fala? 22/11/2017 - 16:36
  • Patrícia Beloni : Olá! Falo de SP 22/11/2017 - 16:38
  • Patrícia Beloni : Rolou divulgação geral desse evento? 22/11/2017 - 16:39
  • Comissão : Olá, Maria Alves. De onde você fala? Alguma conexão profissional com o tema? Seja muito bem-vinda! 22/11/2017 - 16:42
  • Comissão : Maria Alves, sua pergunta ficou incompleta. 22/11/2017 - 16:43
  • Patrícia Beloni : A questão da Maria Alves sobre a mídia é muito importante. Se a menina cresce ouvindo que ela tem que se preocupar com a unha e que praticar esporte é coisa de homem, existe uma grande probabilidade dela não querer praticar nada. Sou mulher, tenho tendência a ter um corpo musculoso. Só fui aceitar meu corpo e praticar esporte e gostar no colégio, quando vi meninas parecidas praticando também. E elas eram tão femininas eu, preocupadas com a unha e tudo mais. Então vi que isso não ia me fazer menos mulher, que não era um problema. 22/11/2017 - 16:52
  • Comissão : Depoimento importante, Patrícia. 22/11/2017 - 16:56
  • Comissão : Audiência encerrada. Agradecemos a todos e todas pela presença. 22/11/2017 - 17:01
Há novas mensagens disponíveis abaixo
Audiência encerrada para participações.