Câmara dos Deputados

Cadastrar

Ao se cadastrar no e-Democracia você concorda com nossos Termos de Serviço

Mostrar Senha
Sou estrangeiro

Pergunte aos Deputados

Faça sua pergunta ou apoie outra já feita. As perguntas mais votadas serão encaminhadas à Mesa para serem respondidas.

  • Daniel Marques 14:24 26/09/2017

    A Lei 12.426/2017 dispõe sobre a política de controle da natalidade de cães e gatos. É fundamental que o Governo Federal realize a fiscalização do cumprimento do programa municipal de controle populacional em cada cidade. O Plano Nacional de Prevenção e Combate a Esporotricose prevê essa ação?

    Pergunta Respondida
    6
  • carolina_costa 14:00 26/09/2017

    Gostaria de saber se há alguma previsão para incluir a esporotricose humana e animal como agravos de notificação compulsória nacional. Só assim teremos como avaliar o verdadeiro impacto desses agravos na população humana e animal

    Pergunta Respondida
    4
  • Daniel Marques 13:55 26/09/2017

    Gostaria de saber dentro das competências dos Entes Federativos se é possível o Governo Federal e Estadual pactuarem para adquirir e distribuir os medicamentos.

    Pergunta Respondida
    4
  • Daniel Marques 15:54 26/09/2017

    Ao Ministério da Saúde. Uma vez que não se sabe na prática se a esterilização impactará no contágio humano, qual o motivo do Ministério não investir no diagnóstico com os municípios? Existe impedimento legal?

    Pergunta Respondida
    2
  • Daniel Marques 15:13 26/09/2017

    Isabella Dib precisamos de um plano prático para implantar nos municípios do Rio. Niterói está disposto a construir com a UFF, Fiocruz e Prefeitura. Como podemos organizar a construção desse plano que deve passar pelo preparo dos médicos da rede pública, organizar orçamento entre outras coisas?

    Pergunta Respondida
    2
  • carolina_costa 15:06 26/09/2017

    Existe alguma proposta de política de castração de animais e de posse responsável de animais visando a redução dos casos de esporotricose? Não basta só tratar os animais, temos que reduzir as possibilidades desses animais ficarem doentes novamente

    Pergunta Respondida
    2
  • carolina_costa 15:02 26/09/2017

    Para um controle efetivo da esporotricose, há a necessidade do fornecimento gratuito do tratamento de pessoas e animais. Existe alguma proposta de alocação de recursos para que os municípios possam adquirir os medicamentos?

    Pergunta Respondida
    2
  • Sandra Bosco 14:58 26/09/2017

    Parabéns aos organizadores dessa discussão e aproveito a ocasião para enviar um abraço à Isdabela Dib e Alexandre Barbosa.

    Pergunta Respondida
    2
  • Sandra Bosco 14:57 26/09/2017

    Corroborando com a pergunta de carolina_costa, a esporotricose deveria ser doença de notificação compulsória a nível nacional. Não só a esporotricose, mas também as outras micoses endêmicas. Chega de negligenciar as micoses!!

    Pergunta Respondida
    2
  • Marcelo Pereira da Costa 14:12 26/09/2017

    Como esta sendo o avanço do tratamendo da esporo utilizando a associação do Iodeto de potassio com o Itraconazol? Dra Carla Sassi... voce recomendaria ? Marcelo Pereira. Niteroi

    Pergunta Respondida
    2
  • Ronaldo Corvo 00:33 21/09/2017

    para isabella dib, quais as dificuldades enfrentadas pela fiocruz quanto à dificuldade de importação de equipamentos, importação de produtos já autorizados em outros países e incentivo à pesquisa que vocês tem identificado?

    Pergunta Respondida
    2
  • Daniel Marques 15:52 26/09/2017

    Esterilização nos municípios é o único caminho e além de previnir, é o caminho que respeita a economicidade e a eficiência, princípios constitucionais da Administração Pública!

    Pergunta Respondida
    1
  • Ronaldo Corvo 00:31 21/09/2017

    quais as politicas de impostos de importação de máquinas relacionadas à área de saúde? por que não isentar quaisquer importações que possam permitir pesquisas ou tratamento de doenças?

    Pergunta Respondida
    1
  • Ronaldo Corvo 00:24 21/09/2017

    existe algum tipo de lei que incentive o investimento em pesquisa por parte das empresas tanto internamente quanto em parceria com universidades para que haja pesquisas relacionados ao assunto? por que não há uma lei rouanet para pesquisas de remédios?

    Pergunta Respondida
    1
  • Ronaldo Corvo 00:23 21/09/2017

    já existem remédios que estão sendo utilizados em outros países que previnam ou tratem tal doença? se sim, eles já estão disponíveis no brasil? se não, quais incentivos são dados à empresas para facilitar as pesquisas de novos medicamentos relacionados à essa doença?

    Pergunta Respondida
    1
  • Ronaldo Corvo 00:22 21/09/2017

    qual o trabalho do ministério da saúda para facilitar a entrada de medicamentos já amplamente utilizados em outros países para tratamento de doenças, entre elas a esporotricose?

    Pergunta Respondida
    1
  • Ronaldo Corvo 00:21 21/09/2017

    existem inúmeros meios mais eficazes de se resolver esse tipo de doença, por exemplo, isentando de impostos os remédios relacionados ao problema, para que até mais pobres possam, de acordo com a necessidade, comprar e usar conforme prescrição?

    Pergunta Respondida
    1
  • Marcelo Souza 00:19 21/09/2017

    Oque está sendo feito para barrar endereços eletrônicos contendo zoofilia ?

    Pergunta Respondida
    1
  • Ronaldo Corvo 00:24 14/09/2017

    é realmente necessário, esse tipo de audiência específica não poderia estar se aproveitada em uma audiência mais genérica e completa como um combate a todas as doenças transmitidas por zoonoses?

    Pergunta Respondida
    1
Audiência encerrada para participações.

Audiência Pública
26 de Setembro de 2017 às 14:14

Audiência Pública Conjunta das Comissões CMADS e CSSF

Transmissão Encerrada (Gravado)
814 visualizações

Pauta

AUDIÊNCIA PÚBLICA CONJUNTA
PLANO DE AÇÃO PARA PREVENÇÃO E COMBATE
À ESPOROTRICOSE

- Requerimento nº 212/2017 (Cmads) - dos Deputados Nilto Tatto (PT-SP) e Marcelo Álvaro Antônio (PR-MG)

- Requerimento nº 602/2017 (CSSF) - do Deputado Adelmo Carneiro Leão (PT-MG)

EXPOSITORES:

- CARLA SÁSSI, Presidente da Comissão de Saúde da Câmara Municipal de Conselheiro Lafaiete, médica veterinária, professora de epidemiologia e saúde pública e coordenadora do projeto de combate e controle da esporotricose na cidade de Conselheiro Lafaiete/MG; (*)

- ALEXANDRE NAIME, Médico infectologista da UNESP Botucatu; (*)

- ISABELLA DIB, Pesquisadora e responsável pelo setor de zoonoses da Fiocruz; (*)

- MARIA ADELAIDE MILLINGTON, Técnica da Coordenação Geral de Doenças Transmissíveis -CGDT do Ministério da Saúde.(*)

Legenda:

(*) Virá
(**) Não Virá

Organizado por

CMADS - Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável

Bate-Papo

  • Ronaldo Corvo : acredito que muito do que aconteça hoje seja devido a duas situações 21/09/2017 - 00:24
  • Ronaldo Corvo : 1- a burocracia e custos altos do governo impedem muitos medicamentos já amplamente aprovados por outros países a chegar no país por um preço razoável. e quando chegam, ainda tem impostos 21/09/2017 - 00:26
  • Ronaldo Corvo : considerando que os gastos em tratar essa e outras doenças acaba saindo do bolso dos contribuintes, é muito mais fácil facilitar e baratear a entrada de medicamentos deixando de receber impostos mas garantindo que se gastará menos com medicamentos no futuro e cada pessoa saudável estará contribuindo mais e gerando mais impostos se puder trabalhar 21/09/2017 - 00:27
  • Ronaldo Corvo : se um medicamento é permitido nos EUA, União Européia, Japão e Austrália por exemplo, é óbvio que a chance de o Brasil descobrir algum tipo de problema que ainda não foi descoberto é mínima. para isso pode-se considerar uma pré-aprovação enquanto se realizam os testes. 21/09/2017 - 00:28
  • Ronaldo Corvo : 2- não há incentivo suficiente por parte do governo para pesquisas científicas de combate a doenças como essa. existe lei rouanet onde milhões são destinados a shows de artistas consagrados, por que não redirecionar esse dinheiro para pesquisas podendo resolver assim várias mazelas da população? 21/09/2017 - 00:30
  • Ronaldo Corvo : o governo nem precisaria dar dinheiro 21/09/2017 - 00:30
  • Ronaldo Corvo : basta isentar as empresas que queiram pesquisar, para que todo o investimento em pesquisa possa ser feito sem pagar encargos para os funcionários da pesquisa ou ainda, isentando importação de equipamentos de última geração que permitiriam evoluir nosso conhecimento para solução de problemsa de saúde do país 21/09/2017 - 00:32
  • Daniel Marques : Sou Coordenador da Coordenadoria Especial de Direito dos Animais. Precisamos avançar muito na questão do diagnóstico e tratamento da esporotricose nos humanos e animais. 26/09/2017 - 13:49
  • dre2100 : certo 26/09/2017 - 14:22
  • Daniel Marques : Fiz uma pergunta sobre a participação dos Governos Federal e Estadual adquirindo os remédios. Quem puder vota na pergunta pra elucidar a quem cabe comprar os remédios! 26/09/2017 - 14:57
  • Comissão : Boa tarde pessoal, agradecemos pela participação. 26/09/2017 - 14:59
  • Comissão : Aproveitem para votar em suas perguntas favoritas. As mais votadas serão lidas e respondidas ao final da audiência. 26/09/2017 - 15:00
  • Francisco Lunardi : Novamente uma Audiência com somente explicações técnicas...excelente...dá prazer acompanhar Audiências assim....parabéns aos organizadores... 26/09/2017 - 15:17
  • marciamariabsb : '"ASSUNTO GRAVE" e triste, onde mais uma vez o animal está levando a culpa! 26/09/2017 - 15:37
  • Sandra Bosco : Parabéns pela iniciativa de discussão desse assunto!!!! Chega de colocar a culpa nos gatos!!! Existem estudos sobre o desenvolvimento de vacina para esporotricose. Seguem links do PubMed: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/25533623 / https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/26547105 / https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/28687406 26/09/2017 - 15:40
  • Comissão : Prezados, agradecemos pela participação. 26/09/2017 - 15:45
  • Comissão : As três perguntas mais votadas serão levadas à mesa. 26/09/2017 - 15:45
  • Daniel Marques : Excelente fala Carol! Economicidade é investir em esterilização de animais domésticos em situação de rua! 26/09/2017 - 15:57
  • marciamariabsb : Excelente. Já passou do tempo uma política de castração em massa no Brasil!!! 26/09/2017 - 15:58
  • Sandra Bosco : Totalmente de acordo com a fala da Carol!!!! Castração em massa de animais de rua 26/09/2017 - 15:58
  • Sandra Bosco : Não só ações voltadas à saúde animal..... peraí!!!!! Essa médica já ouviu falar no conceito do One Health?????? Não é uma visão simplista não...... 26/09/2017 - 15:59
  • Daniel Marques : Ela não conhece saúde única... 26/09/2017 - 16:00
  • Sandra Bosco : como assim????????? não enmquadrar a esporotricose na lista de notificação compulsória???????? só porque não é uma doença grave humana??????? 26/09/2017 - 16:01
  • Sandra Bosco : COncordo que outras micoses tenham que ser incluídas na lista de notiticação compulsória, como a criptococose, paracoccidoidomicose.... 26/09/2017 - 16:02
  • Sandra Bosco : siiiiimmmmmmm......saúde única!!!! 26/09/2017 - 16:02
  • Sandra Bosco : paracoccidioidomicose*** 26/09/2017 - 16:03
  • Daniel Marques : Ao Ministério da Saúde. Uma vez que não se sabe na prática se a esterilização impactará no contágio humano, qual o motivo do Ministério não investir no diagnóstico com os municípios? Existe impedimento legal? AMIGOS FIZ ESSA PERGUNTA! QUEM PUDER VOTAR POR FAVOR! 26/09/2017 - 16:04
  • Comissão : Informamos que as 3 perguntas mais votadas já foram levadas à Mesa e serão lidas em instantes pelo Deputado Marcelo Álvaro Antônio. 26/09/2017 - 16:06
  • Sandra Bosco : DEVE-SE INVESTIR EM CAMAPANHAS DE EDUCAÇÃO EM SAÚDE, ESTIMULAR A POSSE RESPONSÁVEL NAS ESCOLAS, ISSO DEVERIA SER INCORPORADO COMO DISCIPLINA NO ENSINO FUNDAMENTAL. 26/09/2017 - 16:06
  • Sandra Bosco : APOIADO ISABELA!!!!! 26/09/2017 - 16:07
  • Sandra Bosco : ISSO AÍ, ALEXANDRE!!!!!! 26/09/2017 - 16:09
  • marciamariabsb : Sandra, tudo passa pela Educação. Perfeito! 26/09/2017 - 16:12
  • Sandra Bosco : Siiiiiiiiimmmmmmm <3 26/09/2017 - 16:12
  • Sandra Bosco : Tenho uma sugestão de encaminhamento à mesa debatedora..... enqto se discute se a castração em massa será ou não realizada, uma coisa que é rápida de ser feita é a EDUCAÇÃO EM SAÚDE NAS ESCOLAS, trabalhar com as crianças, jovens e adolescentes 26/09/2017 - 16:14
  • Sandra Bosco : eu acho que tem argumentos mais que suficientes sobre a castração em massa...... Isabela, tô contigo..... preciso tomar um Gardenal, tô "convulsionando" aqui... 26/09/2017 - 16:15
  • Sandra Bosco : Por que o CNPq não abre edital para micoses em geral, uma vez que são doenças tão negligenciadas (ou mais) que as tradicionais doenças negligenciadas????? 26/09/2017 - 16:17
  • Sandra Bosco : Tradicionais doenças negligenciadas= TB, leishmaniose, malária, ....... 26/09/2017 - 16:18
  • Comissão : https://www.facebook.com/CMADS142/ 26/09/2017 - 16:24
  • Sandra Bosco : como assim, o MS tem interesse em saber aquele dado????????? É por pensar assim que as micoses são negligenciadas....... 26/09/2017 - 16:24
  • Comissão : Aproveitem para visitar a página da comissão. 26/09/2017 - 16:24
  • Anderson Rodrigues : Consegui assistir só agora 26/09/2017 - 16:34
  • Sandra Bosco : te passo o link do Youtube pelo WhatsApp, Anderson :) 26/09/2017 - 16:35
  • Anderson Rodrigues : Impedir em 2017? 26/09/2017 - 16:36
  • Anderson Rodrigues : Estamos há pelo menos 15 anos atrasados em esporotricose 26/09/2017 - 16:37
  • Sandra Bosco : Ai, corta o microfone dessa pessoa....... 26/09/2017 - 16:38
  • Anderson Rodrigues : Concordo com a visão da Dra. Isabella 26/09/2017 - 16:38
  • Sandra Bosco : concordo que as micoses sistêmicas são negligenciadas, mas o assunto em questão agora é ESPOROTRICOSE 26/09/2017 - 16:38
  • Sandra Bosco : falta mais diálogo entre MS, MAPA e MEIO AMBIENTE........ Hello.....ONE HEALTH!!!!!! 26/09/2017 - 16:40
  • Anderson Rodrigues : Claro de desconhece a realidade 26/09/2017 - 16:41
  • Anderson Rodrigues : Sempre negligenciaram a doença 26/09/2017 - 16:41
Há novas mensagens disponíveis abaixo
Audiência encerrada para participações.