Menu

Pergunte aos Deputados

Faça sua pergunta ou apoie outra já feita. As perguntas mais votadas serão encaminhadas à Mesa para serem respondidas.

  • Paulo Capel Narvai 12:02 11/09/2017

    Gostaria de saber por que, além da indispensável FIO, entidades como a Abrasco, o CEBES, a Abrasbuco, o CFO, dentre outras que integram o Movimento da Reforma Sanitária, que ajudaram a criar o SUS, não foram convidadas para falar? O que houve? Que estranho...

    Pergunta Respondida
    5
  • Ronaldo Corvo 15:30 13/09/2017

    o estado não deve ser responsável por resolver todos os problemas do mundo. se alguém própria saúda, é única e exclusivamente responsabilidade delas. mas considerando, por que não isentar impostos de empresas de odontologia que prestarem serviços odontológicos de graça para pessoas de baixa renda?

    Pergunta Respondida
    2
  • Marcos Santana 07:59 11/09/2017

    www.fio.org.br

    Pergunta Respondida
    2
  • Marcos Santana 07:56 11/09/2017

    Não convidaram a Federação Interestadual dos Odontologistas representantes desse seguimento dos trabalhadores?

    Pergunta Respondida
    2
  • Ruth Goncalves 04:32 14/09/2017

    COMO O ESTADO NAO E RESPONSAVEL SE TEM PROFICIONAL MAS O POVO NAO TEM DINHEIRO ,?

    Pergunta Respondida
    1
Audiência encerrada para participações.

Audiência Pública
14 de Setembro de 2017 às 09:47

PROJETO DE LEI Nº 6.836/2017, QUE INCLUI A SAÚDE BUCAL NO CAMPO DE ATUAÇÃO DO SUS

Transmissão Encerrada (Gravado)
282 visualizações

Pauta

Local: Plenário 7 do Anexo II da Câmara dos Deputados
Data: 14/09/2017
Horário: 09h30

REUNIÃO DE AUDIÊNCIA PÚBLICA
(Requerimento nº 454, do Deputado Jorge Solla)


TEMA
"Projeto de Lei nº 6.836/2017, que inclui a saúde bucal no campo de atuação do SUS"

CONVIDADOS

- CAROLINE MARTINS JOSÉ DOS SANTOS
Coordenadora Nacional Substituta de Saúde do Ministério da Saúde

- GILBERTO ALFREDO PUCCA JÚNIOR
Professor da Faculdade de Saúde da Universidade de Brasília

- LEOPOLDO NUCCI
Representante da Associação Brasileira de Odontologia - ABO

- JULIANO DO VALE
Presidente do Conselho Federal de Odontologia - CFO

Organizado por

CSSF - Comissão de Seguridade Social e Família

Bate-Papo

  • Flavio Melo : Saúde bucal do brasileiro é precária ... Um destes indicativos, de acordo com especialistas, é o número de pessoas que ainda tem uma saúde bucal deficiente. ... Rodrigo Souza explica que para um implante ter sucesso 12/09/2017 - 21:18
  • Ronaldo Corvo : basta permitir que as pessoas encontrem serviços baratos e de qualidade que será possível melhorar a situação odontológica do país 13/09/2017 - 15:31
  • Ronaldo Corvo : menos impostos permitirão menores preços e mais facilidades para todos 13/09/2017 - 15:31
  • Ronaldo Corvo : o máximo que o governo pode fazer é dar a oportunidade da pessoa conhecer mais dos problemas e poder buscar o que é melhor para sí própria 13/09/2017 - 15:32
  • Paulo Capel Narvai : A saúde bucal não resulta apenas de serviços odontológicos, que devem ser disponibilizados pelo Estado Brasileiro, por meio do SUS, para assegurar a todos o direito constitucional à saúde. Mas além dos serviços públicos odontológicos, outras ações de prevençãode doenças e promoção da saúde devem ser realizadas sob responsabilidade do Estado. Empresas privadas podem ajudar, atendendo aos segmentos que podem pagar por isso, mas não conseguem atender a todos. 14/09/2017 - 10:17
  • igoragnoletto : A construção de saúde como bem de consumo...atrelado aos padrões economicos vigentes...discrimina...fortemente ...grande parte da população...do acesso das ações mais básicas à saúde...esse lógica "menos impostos + mais acesso à serviços baratos e de qualidade...retira dos Estado...sua responsabilidade de proteção social à população...especialmente aos mais necessitados...o papel do Estado precisa ser ampliado...regulado e otimizado...mas nunca extirpado.. 14/09/2017 - 11:27
Há novas mensagens disponíveis abaixo
Audiência encerrada para participações.