Cadastrar

Ao se cadastrar no e-Democracia você concorda com nossos Termos de Serviço

Mostrar Senha
Sou estrangeiro

Pergunte aos Deputados

Faça sua pergunta ou apoie outra já feita. As perguntas mais votadas serão encaminhadas à Mesa para serem respondidas.

  • Francisco Lunardi 09:39 06/10/2017

    Sr. Nilton Tatto, como não podemos contar com o Ibama e o MPMG, o que poderás fazer para punir os responsáveis por este crime ambiental?

    Prioridade
    1
  • Francisco Lunardi 09:24 06/10/2017

    O que será feito em termos de recuperação, isto se este país for sério, claro?

    Prioridade
    1
  • Francisco Lunardi 09:23 06/10/2017

    Passaram 2 anos deste crime e nada foi feito para punir os criminosos...será que à partir de agora veremos alguma punição?

    Prioridade
    1
Faça Login para enviar uma pergunta!

Audiência Pública
23 de Novembro de 2017 às 09:30

MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

Transmissão prevista para 23 de Novembro de 2017 às 09:30.

Transmissão Prevista
152 visualizações

Pauta

AUDIÊNCIA PÚBLICA - 2 ANOS DA TRAGÉDIA EM MARIANA/MG: DISCUSSÃO SOBRE A SITUAÇÃO DAS VÍTIMAS E DA RECUPERAÇÃO AMBIENTAL

-- Requerimento nº 221/2017 - do Deputado Nilto Tatto (PT/SP)
Data: 23/11/2017 (quinta-feira)
Horário: 09h30
Local: Anexo II - Plenário 08

EXPOSITORES:

-- REPRESENTANTE do Ibama - Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Sustentáveis
-- ANTÔNIO SÉRGIO TONET, Procurador-Geral do Ministério Público do Estado de Minas Gerais - MPMG
-- ANDRESSA DE OLIVEIRA LANCHOTTI, Promotora de Justiça do Estado de Minas Gerais - MPMG
-- REPRESENTANTE da Fundação Renova
-- VALERIANA GOMES DE SOUSA, Representante da Comissão dos atingidos pela barragem de Fundão
-- RONALDO DIAS LUIZ, Representante da Comissão dos atingidos pela barragem de Fundão

LEGENDA:
( ) À confirmar
(*) Confirmado
(**) Não virá

Organizado por

CMADS - Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável

Bate-Papo

  • Francisco Lunardi : Dois anos e nada foi feito em termos de punição e recuperação. As vítimas continuam esquecidas. O meio ambiente continua dilapidado. O Ministério Público não age. A Justiça (com letras minúsculas mesmo) continua omissa. Este não é um país serio. 06/10/2017 - 09:26
Há novas mensagens disponíveis abaixo
Faça Login para participar no chat!